sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

PALAVRA DOCE

          

Quando olho para dentro do amor penso.
Amor não julga o coração só releva a emoção.
Não obriga nem dá lugar à desilusão.
Amor é doação não espera retribuição.
Oculta o pensamento anula raciocínio dos sentimentos.
Tanta adversidade se descobre no amor.
Vivencia-se a dor invisível que sente.
Esconder-se ocultando em todo canto e lugar, em prantos.
Chorando soluçando sem conter-se da dor.
Sentindo este amor machucado.
Tornei-me fortalecida e sem fraquejar suportei.
Diante do espelho beijei meu rosto.
Acariciei minha face em lágrimas.
Toquei meu cabelo delicadamente.
Decidi viver intensamente a saudade.
Que é o único sentimento que fica.
Saudade é como vento que deixa o cheiro da flor.
Saudade é verdadeira, doce e eterna.
Espera tenha paciência que o resto passa.


Autora: Solange Netto Andrade
25/01/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário