domingo, 25 de março de 2012

CARTA DE MÃE

                  

Filho eu olho para você.
Comparando a outras crianças.
Durante todo o tempo critico seu jeito.
Estabanado derrama o leite na mesa.
Brigo porque mastiga de boca aberta.
Por que coloca muita comida no prato.
Isto acontece diariamente.
Fui assaltada por uma onda de remorso.
Senti muita tristeza e culpada.
Tranquei-me no quarto chorando.
De joelhos e envergonhada.
Diante de minhas atitudes comecei a escrever.
Filho seu coração é tão intenso feito o sol.
Seu amor e seu sorriso fazem de você uma criança maravilhosa.
Eu tenho exigido muito de você.
Você é apenas  uma criança.
Não vou procurar erros, mas sim enxergar sua grandeza interior.
Meu olhar só tem amor filho.
Não sou perfeita, você pode me amar assim mesmo.

Autora: Solange Netto Andrade 
09/11/1989

SOBREVIVÊNCIA

                    
                        
Para o homem que se enfraquece  e murcha.
Por quê?
Transgridem as leis.
Mudam estatutos.
Quebram a honra.
Para quem?
A criança que sofre.
A fome que mata.
A violência que gera conflito.
O que fazer?
Clamem justiça.
Peçam a paz.
Lute pela dignidade.
Falem de Deus.
A quem?
Ao que dá o primeiro passo.
A saúde da terra.
A árvore que abranda o calor.
Ao homem a planta e ao animal.
Sobreviva a sobrevivência.
Assim teremos certeza que também.
Sobreviveremos.

Autora: Solange Netto Andrade 
12/03/1983

DEBUTANTE


                          

Ano 1970
Simplesmente idade encantada.
Cuja tessitura é feita de beleza.
Encantamento e sonho da adolescente.
Sob emoção fotos e aplausos.
A menina é apresentada a sociedade.
Acontecimento marcante e significante.
Apenas num dia inesquecível e único.
Sentimento experimentado de forma.
Muito intensa e vibrante.
Quinze anos flor da mocidade.
Sempre linda e graciosa.
Emoldurada pela aura poética.
Por uma data de sonho comovido.
Ao perpassar de mais um ano.
Hoje a menina-moça amanhã a mulher.
Deslumbra-se com dias radiantes.
E assim as gerações passam.
E sempre haverá quinze anos.
E hoje completo 30 anos.

Autora: Solange Netto Andrade 
15/01/1985

                  

quinta-feira, 22 de março de 2012

MARCO REIS ANDRADE

                          Oi família, olha como eu já estou esperto daqui a 3 dias completo dois meses
                          A partir do dia 25 de Março estarei presente em todas as baladas da família.
                          Meus primos e primas que me aguardem vamos curtir muito.
                          Beijosssssssssssssssssssss

VIDEO MARCO REIS O PEQUENO FLAMENGUISTA

Esta é uma pequena homenagem ao papai Marcio e a mamãe Larissa
Fiquei muito orgulhoso neste filme me senti o máximo
Espero que no futuro possa ser um bom jogador de futebol nem que seja em meu quintal
E que este time seja de coração e não por obrigação
Te amo paizão FELIZ ANIVERSÁRIO
Mas prometo ama-los sempre

quarta-feira, 21 de março de 2012

A PARTIDA

                            

Seus cabelos como a mais linda e alva lã.
Seu corpo inerte e quase flutuante.
Totalmente sem dor e calmo.
O orvalho da madrugada caia.
E sucedeu que ela disse.
Não tenho dores apenas envelheci.
Como os mais nobres da terra.
Sua tranqüilidade e fortaleza.
Encantava e enriquecia a quem ali estava.
Fatalmente sua voz enfraqueceu.
E suspiramos todos ali presentes.
Coração esmiuçado e uma lágrima.
Perante nossa visão derramou.
Sobre profundo silencio.
Claramente sentimos a morte.
Então percebemos havia partido.
Partirá o espírito deixando o corpo.

Autora: Solange Netto Andrade 
05/09/1983

sábado, 17 de março de 2012

PRIMEIRO BANHO DA JULIA

Nasci em 16 de Março de 2012
Na Maternidade Santa Ursula
Aproximadamente as 17:30horas
Sou linda tenho 48cm e 3.160Kg
Este é o meu primeiro banho.
Já invadiram minha privacidade, mas nascer nesta familia curuja é assim mesmo.
Veja bem vinda minha linda sobrinha neta.
Filha de Claudinei e Renata.
Meu irmão ENZO te amo.

sexta-feira, 9 de março de 2012

SOFIA 08 DE MARÇO DE 2012


Comentários da Vovó.
Sensualidade , beleza e liberdade.
Ver seus passos leves e encantador.
Desliza fascinante com todo o seu corpo.
Que tarde perfeita, seu sorriso singelo.
Como anjo de candura e mestre do amor.
Uma vida de sonhos ilumina minha vida.
Querida Sofia você ilumina minha vida.
Te amo demais.

quinta-feira, 8 de março de 2012

BILHETE DEIXADO

         
Não te encontrei, mas passei aqui.
Nestas poucas linhas com carinho.
A amizade que lhe tenho.
Você é leve ágil nas investidas.
Audaz em qualquer situação.
Seu caminho é sem fim.
Gigante é o termo para externar você.
A infinidade de sentimentos neste instante.
Seu olhar diz tudo que sente.
De cansaço nunca será vencida.
Não importa o hoje ou o amanhã.
O que você significa é próprio de seu eu.
Assim eu vejo você.
Reage o seu viver e seu sofrer.
Da tristeza procura esquecer.
És forte certamente.
Como você pouca gente sabe ser.
Saudade de quem lhe quer bem.
Hoje me lembrei de você.
Parabéns

Deixado no meu escritório.
Por um amigo 15/01/1983

PAPAI SAULUS E LUIZ FELIPE

Tem momentos que são inesquecíveis e eternos.
 Por isto não podemos deixar de registrar.
E sempre que sentir saudades dê uma olhada no video.
De tia Solange com carinho, 

domingo, 4 de março de 2012

NUNCA PASSA

                  

A saudade a dor no peito não tem jeito.
Minha alma vazia esperando por você.
Às vezes sinto você bem aqui comigo.
Seu olhar inesquecível e meigo.
Meu braço só tem um desejo abraçar.
Sou refém desta dor sem tamanho.
Quando olho para o céu meu olho brilha.
Penso que virou estrela e descansou.
Bate esta saudade sofrida.
Como faz falta neste silencio.
Onde só tenho desejos de sonhar.
E poder voltar e te abraçar mais que te abracei.
Beijar-te mais que te beijei.
Eta saudade que nunca passa.
Quem dera poder ouvi-la recitar.
Nunca passa, mas sei que repousas.

Autora: Solange Netto Andrade
03/03/2012

VIDEO ENVIADO POR MARCOS

http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3D9Xgmz1O-Rtk&h=eAQHcnX3_AQF4nblP9wIyGk7wq2DswVEHn1XVorU8KqwSFg

sexta-feira, 2 de março de 2012

BEIJO ROUBADO


















Apenas uma menina.
Seus olhos de inocência.
Olhava o menino que te encantava.
Todos os dias sentados na calçada.
A menina apaixonada.
Vigiava quando ele passava.
O seu coração palpitava.
No colégio que ele estudava.
Ela também estudava.
Eles não se falavam.
Ela olhava para ele.
E ele também a olhava.
Um dia  ela estava parada.
Nem ao menos nele pensava.
Pois ele chegou de surpresa.
E um beijo lhe roubava.
Muito apavorada corri.
Com o coração a sorrir.
O dia inteiro pensou no beijo roubado.
O que quero mesmo.
É beijo de namorada.

Autora: Solange Netto Andrade 
01/10/1981