sábado, 28 de julho de 2012

OUTRA VEZ


                     jesus-salva

Quando seus esforços derem errados.
Não penses que tudo foi em vão.
O aparente fracasso é apenas uma porta.
E conduzirá a felicidade nunca conhecida.
Sente-se enfraquecido não se sinta vencido.
Pois lágrima e lamento não vale seu tempo.
Sintonize seus desejos e aspirações.
Na medida exata de seus sonhos.
Tire proveito de tudo e realizará.
Ouse experimentar sempre outra vez.
Enfrente dores cometa erros levante-se.
Então tente outras mil vezes.
Assim sua vida será inundada.
De esperança e sempre haverá luz.
Afinal é entre tropeços e fracassos.
Que nos tornamos pessoas melhores.
Tente sempre outra vez.

Autora: Solange Netto Andrade
08/02/2008
                 

terça-feira, 24 de julho de 2012

ENTREVISTA DO OTTO



                                                     FOTO ILUSTRATIVA


Programa 9MINUTOS dia 23/07/2012.
http://www.youtube.com/watch?v=8eOfq0LDeiw

domingo, 22 de julho de 2012

ARTE DE VIVER

                        

Se tiver a casa cheia ou vazia.
Quando sair sozinho ou acompanhado.
Num momento inevitável de tristeza.
Porque alguém deixou de te amar.
Ver os filhos partindo definitivamente.
Tirando dos ombros o aconchego.
Agora estando só sinta a arte do viver.
Seja feliz com sol ou tempestade.
Estando fazendo frio ou calor.
Tendo saúde ou estando doente.
Com muito ou pouco dinheiro.
Mesmo estando magoado, sofrendo.
Tenha sempre serenidade para aceitar.
Coragem para modificar.
E sabedoria para conseguir reconhecer.
Caminhos com ou sem acidentes.
Ser bastante para si mesmo.
E entender a arte do que realmente é viver.

Autora: Solange Netto Andrade
02/12/2011

VENTOS

                     
               
A alma fecha o corpo.
A luz apaga quando fecha a porta.
Numa utopia somos despojados.
Lançado ao mundo aos ventos.
Privados da posse total da vida.
Como hospede do corpo apenas viver.
Compreender e aceitar o mistério.
Horrível não entender a morte.
O fechar dos olhos e não abrimos mais.
É o relâmpago certeiro no coração.
Não lamente nem chore.
Pois lamentar é como remorso.
Remorso do que não vivemos.
Alma é como ventania.
Violento vento que leva tudo de bom.
Mas este mesmo vento traz novas alegrias.
O vento como tempo ajuda desapossar.
O vento frio nos adorna e nos cobre.
Faz-nos dormir e esquecer nossa alma.

Autora: Solange Netto Andrade
20/12/2010

quarta-feira, 11 de julho de 2012

SOLITÁRIO


                   


É a lágrima que não se soltou.
É a ausência de música na vida.
É o coração batendo sem ser percebido.
É o olhar perdido sem expressão.
É o desejo guardado na mente.
É abraçar o abraço do vento.
É a palavra calada e sofrida.
É a vida sem lembranças.
É não ter esperança no amanhã.
É o silêncio sem sentido.
É extravasar o tempo sofrendo.
É eternizar cada instante desnecessário.
É esquecer-se de respirar e morrer.
É decepcionar eu, ele a todos.
É solitário não saber celebrar.
A dádiva querida da vida.

Autora: Solange Netto Andrade
20/12/2011

LAMPEJO DO DESEJO


              

É um clarim a vibrar como lampejo.
Um beijo de ternura e desejo.
Violento e terno efêmero e eterno.
Minha alma inteira de repente.
No próprio desejo violento.
Percebo um estranho ardor.
Feito o calor que queima.
O frio do arrepio quando te vejo.
Os olhos brilham e marejam.
O coração palpita de desejo.
Sei que é amor.
Meu amor porque quando te vejo.
Eu sofro choro e me alegro.
Contra o invisível do desejo.
Quero dizer-te.
Que hoje amanhã e sempre.
Amar-te-ei.

Autora: Solange Netto Andrade
07/07/2010

FASCINANTE

                   


O amor que fascina a gente.
Como o calor intenso do verão.
O encanto da flor da primavera.
Como brisa fria do inverno.
Num vento impetuoso do outono.
O amor é como o mar em fúria.
Que mescla adoravelmente o tempo.
O passado do presente e ao futuro.
Como viajantes do tempo.
Nos conserva no nosso eterno presente.
Recordando passados marcantes.
E sonhando com o futuro amante.
Amor é assim, nosso amor.
Acalma e adoça de repente.
Enfim é assim o amor fascinante.
Fascine-se e viva este amor permanente.

Autora: Solange Netto Andrade
02/01/2012